Arquivo da Categoria ‘Pilates’

Meu Look no Programa Cotidiano
Postado em 26/06/15

Olá meus amores, tudo bem com vocês?

Nesta última quarta feira (24/06) estive no Programa Cotidiano da TV ZAN canal 13 batendo um papo super gostoso e interessante com a querida jornalista e apresentadora Leniza Almeida onde pude compartilhar um pouco mais do que estou vivendo agora que é minha segunda gestação, esse mundo que muda totalmente nossas vidas e transforma nosso dia a dia.

Falamos de tudo um pouco, qualidade de vida, exercícios na gestação, alimentação, cuidados com o corpo, dicas de looks para gestantes, moda e estilo. Foi um bate papo super legal e descontraído quero desde já agradecer a produção da TV Zan e do Programa Cotidiano pelo convite e pelo carinho que sempre me recebem.

Agradeço aos meus parceiros que estão firmes comigo nesse momento tão importante da minha vida. Separamos aqui o programa para quem não assistiu ter a oportunidade de ver.

Look super elegante de animal print da Loja Pappo que me vestiu para o programa. Achei o look fashion e confortável tudo que nós mamães precisamos e procuramos não é mesmo? Olha só:

look 1

look 2

Agradeço também meus parceiros e médicos que cuidam para que eu tenha uma ótima gestação.

Ginecologista/Obstétra – Dra Renata Vargas

Fisioterapeuta – Etiene Monari

Dermatologista – Thais Tucunduva

Pilates – Cleyde Zaninotto

Nutricionista – Vanessa Zimmermann

Hidroginástica – Planeta Água

Look Gestante – Pappo moda Gestante Bebê e Criança

Fotos Fernanda Lecate

Especial – 31 Semanas de Gestação
Postado em 12/06/15

31 semana

Olá meus amores, como vão? Espero que todos bem!!

É com muita alegria que venho dividir com todos vocês e principalmente as mulheres que estão gravidinhas assim como eu, será um prazer contar  minha experiência de 31 semanas de gestação vou contar desde as primeiras semanas até hoje, como foi, o que mudou, minha rotina, consultas, indicações, crises emocionais, enfim, tudo o que vem acontecendo comigo. Então vamos lá começar essa viagem que é uma enorme mudança na vida de uma mulher sendo ela de primeira ou segunda viagem, afinal hoje posso dizer que nenhuma gestação é igual a outra literalmente. O post vai ser compridinho, mas conto com vocês pra dividir comigo como tem sido com vocês, ok?! Então vamos lá…. Viajando para as primeiras semanas…

Primeiro Trimestre: enjoos – emoções – sexagem – Yasmin + Dudu

Até sentir e vivenciar como foi as primeiras semanas e elas durarem até o terceiro mês de gestação eu tinha uma visão, a visão de que não poderia ser tão diferente assim, cai do cavalo bonito! Foi diferente, tem sido diferente. Enjoei muito, muito e muito igual da primeira, porém na primeira eu e o banheiro eramos muito amigos, eu enjoava ia lá e resolvia o probleminha e ficava bem o dia inteiro, a disposição era boa, fazia minhas coisas e ia trabalhar tranquilamente. Já dessa vez, eu e o banheiro não tínhamos um relacionamento muito bom, aliás, nem o banheiro, pia, balde, ou qualquer outra coisa que poderia fazer eu vomitar. Eu não vomitava e aquela sensação de mal estar durava o dia inteiro, pressão caindo, tontura, dor de cabeça praticamente todos os dias e durante todo tempo, indisposição, enfim… Totalmente estranho. A emoção a flor da pele e o ânimo era zero rsrs, mas graças a Deus os 3 meses foi embora e sobrevivi – Ufaa!! O que me deixava aliviada era que meu baby estava lindo e saudável, fiz a sexagem com 8 semanas no Laboratório da Unimar, paguei o valor de R$350 o resultado saía dentro de 15 dias, no 13º dia a moça ligou e informou que estava pronto, fui correndo buscar né, cheguei em casa eu meu esposo e nossa filha Yasmin abrimos juntos o envelope, logo que abri o envelope vi de primeira – feto do sexo masculino, que alegria e emoção. Deus me deu a oportunidade de ser mãe de uma linda menina e agora o presente e a experiência de ser mãe de um menino, meu Dudu. Alegria é o que resume.

1014414_679830475470732_4745220829208054597_n

Mãe da Yasmin x Mãe do Dudu – A resposta é sim, ela ficou enciumada com a noticia de que era um irmãozinho, conversamos muito com ela e deixamos ela participar de tudo, desde as escolhas de roupinhas e adereços para o Dudu até as consultas e ultrassonografia, ela foi em todas e com isso começou a amar e desejar ele com muito amor e carinho.

10612949_657116007742179_3280031288153458344_n

IMG_20150415_120551  11042662_703398419780604_1557359166796473478_n

Preocupação no Primeiro Trimestre – Com o passar das semanas, tive um descolamento do saco gestacional, tudo indicava que era devido a correria do dia a dia e isso era grave, tive que desacelerar e parar com tudo até que tudo ficasse normalizado, minha GO receitou o Utrogestan (progesterona natural micronizada) Indicado também para ameaça de aborto precoce ou prevenção de aborto devido à insuficiência lútea (durante os três meses de gravidez) tomei durante 14 dias e repouso total, fiz tudo certinho na medida do possível e foi aí que comecei a me sentir uma inútil, é sério meninas, me sentia um zero a esquerda sem poder fazer nada pra inverter o quadro do descolamento apenas seguir as indicações da Dra Renata (minha GO faz anos).

Graças a Deus deu tudo certo, sendo medicada e em repouso, tudo ficou em ordem.

Segundo Trimestre: Balança – Nutricionista – Fisio – Dermato e Vacinas

Segundo trimestre foi prova de fogo, por mais que eu queira fazer as coisas, trabalhar, me arrumar, se maquiar, ir para o salão a indisposição era demais, sentia vontade apenas de ficar deitada dormindo, sofri com a autoestima que ficou no zero e com isso veio o ganho de peso indesejado logo nos primeiros meses (4º e 5º mês). Em dois meses 4 quilos, levei um susto e com liberação da GO, procurei minha nutricionista Vanessa Zimmermam que é especialista em nutrição gestacional e foi aí que começamos o policiamento alimentar rs, foi difícil e até hoje é difícil mas me sinto melhor. Também recebi liberação para a drenagem linfática que faço com minha expert fisio Etiene Monari, as massagens vem ajudando muito a não reter liquido, alivio do cansaço do corpo e pernas e relaxamento corporal, é ótimo. O pilates com a Cleyde Zaninotto, pessoa super atenciosa e dedicada. O pilates vem me fazendo muito bem, ajudando no alongamento do corpo e a manter uma boa respiração. E por último a hidroginástica gestacional, pensa numa pessoa morta quando sai da água, sim sou eu. A hidro é ótima em tudo, é considerada a atividade mais completa de todas já que trabalha todos os músculos do corpo, melhora a circulação sanguínea, alivia o estresse e melhora o condicionamento físico

   DSC_5242  IMG_20150415_142213

   pilates  IMG_20150527_163552

Estou amando fazer tudo isso, minha disposição é outra, me sinto leve e menos pesada com a prática dos exercícios e massagens. Estou com 31 semanas de gestação ou seja 7 meses e não vou negar estou com 15 quilos à mais do meu peso antes de engravidar. Na primeira gestação engordei 18 quilos fiquei mais inchada do que agora e perdi tudo. E com certeza desta vez não será diferente rsrs, vou perder!!

10888620_673098402810606_6468861373246346863_n

Amo café da manhã e muitas vezes exagero na dose de carboidratos pela manhã, essa bandeja foi preparada pelo maridão que sempre cuida de mim e exagera também rsrs. Eu sofro pra não comer tudo nessa bandeja todos os dias.

Vacinas –  H1N1 e dTpa

2015-03-23 15.12.59

Tomei duas vacinas esses dias, H1N1 que foi a campanha que teve em Maio para prevenção e imunização da gripe. A vacina garante proteção não apenas para a gestante, mas também para o bebê logo após o nascimento. E uma nova que toda gestante deve tomar, a dTpa  vacina acelular contra difteria, tétano e coqueluche que tem como objetivo reduzir a incidência e mortalidade causada pela doença entre os recém-nascidos. O GO deve indicar essa vacinação que poderá ser aplicada entre as 27ª e a 36ª semanas de gestação – período que gera maior proteção para a criança. No ato que a enfermeira aplicou, foi tranquilo, mas depois fiquei 3 dias com a região dolorida e pouco inchada e depois passou.

As indesejadas espinhas, cravos e manchas na gestação – Como lidar com isso?

A pior parte é essa com certeza, ter que aceitar acne e manchas pelo rosto é simplesmente terrível. Nunca tive nenhum nem outro e nas minhas duas gestações elas apareceram. A melhor coisa a fazer é procurar uma dermatologista e saber que tipo de medicação pode usar durante a gravidez. Minha dermato é a Dra Thais Tucunduva, e logo na primeira consulta me informou que é muito natural aparecer cravos, espinhas e manchas (melasmas) já que há milhares de hormônios percorrendo nosso corpo, assim também o excesso de oleosidade na pele que provoca as mesmas.

Estou aplicando todos os produtos que a dermato me indicou e que me fizeram muito bem, amenizou as manchinhas e espinhas. Confesso que não sumiu tudo porque o resultado é lento, mas já senti uma boa diferença. Olha só o que a dermato receitou e estou aplicando durante a gestação.

20150430_133348

Ahh, e no corpo eu morro de medo em ter estrias na barriga, não nego, tenho estrias mas na barriga não e nem pretendo ter. Para evita-las me protejo desde quando soube que estava gravida e com a ajuda da Dra, pude ver o que seria ainda melhor para a pele do corpo. Hidratante apropriado para gestante e óleo também, aplico no corpo todo que é pra garantir mesmo rsrs, sou muito paranoica e exagero mesmo, muitas vezes pareço uma lesma, melecada de cremes e óleos acho melhor assim, pecas pelo excesso.

Esses são os que estou aplicando no momento.

20150430_133035

Terceiro Trimestre – Cansaço , indisposição, dores e alguns cuidados – é o último período.

materia-bo

Já estou sentindo o peso da barriga, já não durmo direito devido as posições e algumas dores na virilha já devido ao peso do bebê e ainda por cima a placenta e o liquido amniótico. A visita ao banheiro tem sido mais frequente e já ando como um pinguim ou uma pata rsrs. Estou tendo cuidado ao levantar e ao deitar também, tudo isso porque meu Dudu vem crescendo cada dia mais e certos movimentos são muito doloridos e os movimentos dele dentro da barriga são cada vez mais fortes e frequentes também.

  Screenshot_2015-06-12-00-04-07

Amo maior do mundo!! #babyDudu.

Looks gestante. Como estou driblando a falta de opção de roupas na gestação. Peças leves e soltas são nossas amigas nesta fase. estou numa relação séria com as leggings e vestidos por ser mais confortáveis e usáveis no dia a dia. Aqui em Marília é difícil lojas especializadas em moda gestante são muito poucas, mas encontrei uma com variedades de peças para nós mamães a Pappo Moda Gestante Bebê e Criança encontrei de tudo lá, peças lindas, modernas para diferentes ocasiões. Meninas, a dificuldade em achar lojas que atende esse momento que vivemos acabou!

                        10599697_403254863146459_7775681760433274887_n

Vocês poderão conferir muito mais dos looks gestantes da Pappo aqui no blog e modelitos lindos para nossos bebês também, vai ser show!!

Papo sério os Partos mais feitos e conhecidos – Parto Normal – Parto Natural – Parto na Água – Parto de Cócoras e Parto Cesárea – via site www.mundomulheres.com

Parto Normal: É um parto via vaginal e o único risco que oferece, caso a mulher tenha se submetido a cirurgias anteriores, é a ruptura do útero durante o trabalho de parto. Quanto aos benefícios é o parto que apresenta menor rico quanto a infecções maternas, a recuperação é rápida e ainda menor incidência de problemas respiratórios nos bebês após o parto. É o parto mais temido pelas mulheres, por acharem que possam sentir dor, porém hoje já existem diversas técnicas para aliviar a dor.

Parto Natural: É feito via vaginal e não apresenta nenhuma intervenção durante seu processo, porém é de suma importância ter uma equipe médica presente, caso ocorra algum imprevisto, o parto natural não é muito indicado as mulheres muito sensíveis a dor, pois não há analgesia. Podem optar pelo parto natural todas as mulheres que não apresentam riscos de gravidez. Sua desvantagem é a mesma apresentada no parto normal, tanto quanto seus benefícios, sendo a recuperação quase imediata.

Parto na Água: Este parto pode ser realizado em casa ou em hospitais especializados, pois há necessidade de uma banheira com água aquecida em temperatura entre 36º e 37º, a água deve cobrir toda a barriga da gestante que se encontra em trabalho de parto, para muitas mulheres a água aquecida proporciona alívio e conforto para este momento, porém é imprescindível a presença de uma equipe médica. Uma observação é que esse tipo de pato não pode ser feito em mulheres diabéticas, hipertensas ou que tenham bebês grandes ou pequenos demais. Os riscos apresentados são os mesmos do parto normal, tendo como vantagens o alívio das dores, contrações e estresse, devido à temperatura da água que relaxa a musculatura, facilitando assim a saída do bebê. Recuperação imediata.

Parto de Cócoras: Ao invés da posição ginecológica o parto é realizado com a mulher na posição cócoras, devido à gravidade torna-se um parto mais rápido, como não há compressão de vasos sanguíneos, dizem ser mais saudável tanto para mãe quanto para o bebê.

Parto Cesárea: É o preferido das mulheres por ser um parto cirúrgico não há dor, porém deveria ser feito somente nos casos em que há pouca dilatação pélvica, gestante diabética, bebê em posição invertida ou desproporcional ao tamanho da pelve, ou seja, quando ofereça algum tipo de risco ou quando o trabalho de parto não se desenvolva normalmente. Trata-se de um procedimento cirúrgico como qualquer outro, feito o parto via trans abdominal, por um corte acima dos pelos pubianos, é usado anestesia peridural ou ráqui ou ainda anestesia geral para quem precisa de intervenção imediata ou não podem receber a ráqui, cortam-se várias camadas para se chegar ao útero, porém a mãe não acompanha os cortes sendo posto a sua frente na altura do tórax uma tela, o bebê é retirado com o máximo cuidado, logo em seguida retira-se a placenta e o médico fecha o corte com pontos.

Há uma certa polêmica criada no parto cesárea por não ser natural como os outros à cima. Eu optei na primeira gestação pela cesariana e não me arrependo, minha recuperação foi ótima e não tive nenhum tipo de infecção ou riscos nem durante e nem depois da cirurgia. E agora na segunda gestação optei pela cesárea novamente e não vejo nada de mal nisso. Acho que cada um é cada um, se eu me sentir bem fazendo parto normal, natural ou qualquer outro, farei, se não me sentir bem farei cesárea e isso não me torna menos mãe que as outras mulheres que fizeram os outros partos. Minha filha nasceu com 39 semanas no dia 02/05/2009 às 7h48min com 48cm e 3,548k, cheia de saúde, linda e radiante. Minha recuperação foi ótima, então não tenho o que temer.

Não induzo ninguém a fazer cesárea, apenas eu não fiz e não pretendo fazer outro tipo de parto. Acho que cada mamãe deve conversar com seu GO e ver o que será melhor para ela no momento.

O importante de tudo é viver os 9 meses como se fosse os últimos, porque bate saudade de tudo depois e com certeza estou aproveitando todos os momentos com o Dudu aqui dentro, sentido cada mexidinha dele e isso é maravilhoso e único.

DSC_6782

Amores, espero que tenham gostado desse resumo das primeiras semanas até hoje, completando 31ª semana de gestação. Quero saber das mamães de plantão, como foi com vocês? como tem sido? mudou muita coisa? a sensação de ser mãe? Conta tudo, quero saber.

Ótimo fim de semana pra nós e um feliz Dia dos Namorados!

Beijo, beijos.

Fotos: Fernanda Lecate

Atividade Física na Gestação – Pilates
Postado em 05/05/15

gestante_site-654x220

Olá meninas, hoje o assunto é bem complexo e vale muita atenção pois muitas mulheres tem duvidas em que atividade física praticar na gestação e muitos médicos indicam na maioria das vezes 4 tipos de exercícios que podem ser praticados como por exemplo: Hidroginástica, Caminhada, Yoga e Pilates. Nosso tema de hoje é o Pilates que está no topo de recomendações dos GOs por ser considerado um exercício completo com apenas uma contra indicação, só pode praticar as gestantes que já praticavam antes de engravidar – essa é uma questão muito importante.

Os exercícios do Pilates em sua maioria pode beneficiar muito a mamãe durante e pós parto. Olha só, além de uma boa postura, ele também trás alívio nas dores das costas e lombar, equilíbrio físico e mental e claro a respiração. É uma atividade super segura e eficaz, podendo ser praticada a partir do terceiro mês de gestação (com recomendação do médico), as mamães que corre risco de aborto não podem aderir a essa prática como nenhuma outra pois não terá bons resultados e corre sérios riscos tanto para o bebê como para a mamãe. Por isso nunca inicie o Pilates sem comunicar seu médico e principalmente o instrutor do Pilates, ele é responsável por passar exercícios físicos adequados para seu momento.

tabela1

Eu por exemplo, tive um descolamento da placenta e minha GO me proibiu de praticar qualquer atividade física ou fazer algum tipo de esforço, é óbvio que parei com tudo, desde academia, caminhada, massagens como o Pilates também. Graças a Deus essa faze passou e estou de volta ebaaa!!!

A mulher sofre muito com certas mudanças no seu organismo e principalmente no corpo, como por exemplo: postura, dores nas costas, mudança na pélvis e ombros, mais um ponto positivo para o Pilates que  ajuda a amenizar todo esse desconforto e dores na gestação. Por essas e outras o professor ou instrutor deve estar a par de todas as instruções e recomendações do seu médico e claro a atenção com a gente é redobrada e isso é muito bom.

Voltei a frequentar minhas aulas hoje, já estava me sentindo uma sedentária rsrs, faço 2 vezes por semana com a expert Cleyde Zaninotto que agora está em seu novo Espaço, amplo, aconchegante e a atenção de sempre. Amei poder voltar. Olha só alguns dos exercícios que fiz hoje:

20150505_082541

pilates

Aii que delicia!!! Me senti outra pessoa quando sai da aula, muito mais disposta, leve, alongada, é muito bom poder voltar a rotina de exercícios que são benéficos para esse período tão especial.

Para quem não conhece o Pilates ou não conhece um profissional nesta área eu super indico a Cleyde Zaninotto, seu espaço fica na Rua 7 de Setembro, 1555 – Centro de Reabilitação de Marília. Vale muito a pena.

Super beijo, beijoss.